A Campanha

Home / A Campanha

Pode ser Abuso

Você conhece alguma criança que está desatenta na escola? Quieta ou agressiva?

Só em 2017, mais de 14 mil denúncias de abuso sexual contra crianças e adolescentes foram registradas no Disque 100. Isso significa que todos os dias, são feitas cerca de 40 denúncias. No entanto, o número pode ser bem maior quando considerado que muitos casos permanecem em segredo.

A campanha Pode Ser Abuso surgiu para quebrar este silêncio! Com uma forte mobilização nas redes sociais e na mídia, a campanha sensibiliza a população para o tema e suas consequências, com peças que retratam a violência, orientam sobre o assunto e informam os principais canais de denúncia.

O abuso sexual infantil pode estar mais próximo do que você imagina! Com o objetivo de comover a sociedade para as consequências que o abuso sexual infantil causa às vítimas, a campanha leva para diversos locais os principais sinais que podem revelar possíveis casos de abuso contra crianças e adolescentes, bem como os traumas advindos da violação. Dessa forma, casos em todo o País poderão ser identificados com mais facilidade, denunciados e tratados.

Independente da frequência o abuso sexual deixa marcas para a vida toda! Todos somos responsáveis por quebrar o silêncio e mudar essa realidade. Abuso sexual é crime e deve ser denunciado.

Ajude você também! Baixe os materiais da campanha e compartilhe-os em suas redes sociais.

Faça algo por uma criança desconhecida, faça algo por uma criança que você conhece!

Apoie a campanha e use a hashtag #PODESERABUSO.

18 de Maio — Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

Neste dia, em 1973, uma menina de 8 anos foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada, em Vitória (ES). Seu corpo apareceu seis dias depois, carbonizado, e os seus agressores nunca foram punidos. Com a repercussão do caso e a forte mobilização do movimento em defesa dos direitos das crianças e dos adolescentes, 18 de maio foi instituído como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Desde então, esse se tornou o dia oficial para que a população brasileira se una e se manifeste contra este tipo de violência.

Vídeos: